Iniciativa é única na região a concorrer com mais de 400 inscritas. O Hub Rifaina esta concorrendo o prêmio na categoria de Economia Criativa e Produção Associada ao Turismo

O Prêmio Nacional do Turismo 2023: o turismo transformando vidas é o reconhecimento de quem faz o turismo brasileiro crescer e fortalecer como um dos segmentos econômicos com maior potencial para geração de emprego e renda no Brasil, bem como para promoção da inclusão social e da sustentabilidade ambiental.

Além do reconhecimento, pretende-se fazer com que tais iniciativas sejam disseminadas e replicadas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do turismo em seus territórios. Entende-se que o reconhecimento gera engajamento e atuação em benefício do desenvolvimento do setor no Brasil.

O Ministério do Turismo recebeu mais de 470 iniciativas para concorrer às 19 categorias dos dois grupos do Prêmio Nacional do Turismo. A premiação reconhecerá projetos e profissionais do setor que impulsionaram a atividade turística como uma força econômica geradora de emprego e renda ao país. Governança e Gestão do Turismo; Promoção e Marketing no Turismo e Valorização do Patrimônio Cultural do Turismo foram os temas que mais receberam inscrições.

As iniciativas passaram pela fase de habilitação onde foi verificados itens como: atuação nos últimos 24 meses, contados a partir da data de publicação do edital; descrição profissional adequada; inserção de foto frontal do proponente; justificativa da candidatura; inserção de material que corrobore o mérito do inscrito, entre outros.

Após esta fase, as inscrições habilitadas foram julgadas por cinco especialistas, entre agentes públicos e privados, das respectivas categorias. Os membros da comissão julgadora puderam solicitar esclarecimentos aos inscritos habilitados, exclusivamente por intermédio do Ministério do Turismo. Feito isso, serão definidos 3 finalistas por categoria.

O Hub Rifaina foi habilitado e está entre as 20 finalistas. O resultado final será em cerimonia solene promovida pelo Ministério do Turismo em Brasilia no dia 15 de dezembro.

Para Ernani Baraldi – fundador do Hub – o prêmio ajudará muita gente começar a entender o que é a idéia de um projeto que causa impacto positivo na comunidade e que precisa ser replicado para outros territórios.

“Um hub hibrido e de impacto sociocultural, ambiental e social. A idéia é simples, mas bem complexa, pois cada território tem suas singularidades e pluralidade, por isso comecei pensando na minha casa, Rifaina” completa Baraldi

Desde 2010 Baraldi vem promovendo diversas ações de fomento do turismo, principalmente o turismo sustentável e de base comunitária. E foi por isso que em 2020 ele fundou Hub Station Rifaina com um ecossistema que completa e contempla as diversas áreas que ele vem atuando. E para participar do Prêmio Nacional do Turismo a iniciativa foi necessário anexar diversos documentos, artigos e matérias em jornais para comprovar e corroborar de fato as ações de impacto dentro do clouster escolhido.

“Estamos na expectativa, vamos torcer para conseguir estar entre os 3 primeiros, se não acontecer, estar entre os 20 de mais de 400 já valeu a pena” – Ernani Baraldi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui