Prefeito Duarte Nogueira toma medidas mais restritivas por pelo menos cinco dias; transporte coletivo e caminhadas ao ar livre serão suspensas

A Prefeitura de Ribeirão Preto anunciou, nessa terça-feira, 16 de março, o lockdown em todo o município a partir de amanhã, quarta-feira, 17. A medida foi divulgada durante transmissão ao vivo nas redes sociais da Prefeitura. Participaram do comunicado o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), o secretário de Saúde Sandro Scarpelini e o secretário de Governo, Antônio Daas Abboud. A medida vale até o próximo domingo, 21 de março.

Um decreto será publicado ainda nessa quarta-feira detalhando as medidas. Segundo o secretário de Governo, será permitido apenas o funcionamento dos serviços emergenciais, como hospitais, serviços de saúde e farmácias. Já os serviços de alimentação como supermercados e varejões funcionam apenas por delivery.

Outro ponto importante: o transporte coletivo ficará suspenso já partir desta quarta-feira. Será permitido apenas o transporte por aplicativo ou táxi, somente se a viagem for para algum tipo de emergência ou para se deslocar até o trabalho que seja considerado essencial. Lotéricas, bancos e demais serviços também serão fechados.

Além disso, não será permitida a circulação de pessoas que não estejam atendendo aos serviços essenciais. Algumas ações como caminhadas, exercícios ao ar livre ou passeios em praças não serão permitidos até o domingo.

Na última segunda-feira, 15, Ribeirão Preto chegou a atingir 100% de ocupação de leitos públicos. No momento, a ocupação desses leitos é de 94%, sendo que a ocupação geral de leitos de UTI, incluindo os particulares, está em 95%. O máximo de pacientes internados simultaneamente em 2020 foi de 192. Nessa terça-feira, são 233 pacientes ocupados.

De acordo com o secretário de Saúde, a situação é extremamente crítica. “Estamos em uma situação muito perigosa, de pré-colapso do sistema de saúde. Isso significa que os médicos vão ter que começar a fazer opções na linha de frente, quem vai ter acesso aos poucos recursos. Teremos que tomar medidas drásticas para todos possam ter acesso aos cuidados, mas se a pandemia continuar crescendo como cresceu nos últimos cinco dias, não vamos conseguir ampliar leitos para dar assistência a todas as pessoas”, alertou o secretário.

Ainda, de acordo com o prefeito, esta é a maior ativação de leitos desde o início da pandemia. São 245 leitos de UTI oferecidos, mesmo assim, a ocupação se mantém acima dos 90% desde o início do mês. O secretário de Saúde também ressaltou que o município tem apresentado uma elevação progressiva no número de óbitos nos últimos 10 dias. Ademais, o número de casos graves passou de 5% do total de casos ativos para 10%. O Prefeito adiantou que irá encaminhar as medidas tomadas em Ribeirão Preto para as prefeituras da região para que todos possam seguir as mesmas regras.

Cidades da Região Administrativa de Ribeirão e de Franca adotaram medidas duras, em algumas cidades nem delivery poderá funcionar. Diversos vídeos já estão viralizando nas redes de aglomeração de pessoas em supermercados e postos de gasolina. O caos do Covid renegado ha meses pelo Brasil inteiro, não era de se esperar outro cenário.