Com mais de 70 mil km de ciclovias e trilhas, Alemanha é considerada uma das melhores opções do mundo para os ciclistas; nível das rotas agrada desde iniciantes até os adeptos do Mountain Bike

São Paulo, agosto de 2020 – A bicicleta é um meio de transporte saudável, ecológico, econômico e, claro, divertido. Além de fazer bem ao corpo, é um bálsamo aos olhos, que desfrutam de paisagens absolutamente magníficas: cidades históricas – grandes ou aquelas que parecem ter saído de um conto de fadas – montanhas, rios e praias. E tudo isso é levado ao pé da letra pela Alemanha. Afinal, poucos sabem que, além da cerveja e da salsicha, o país europeu é considerado um dos melhores do mundo para os apaixonados por bicicleta. São mais de 70 mil quilômetros entre trilhas e ciclovias, que levam iniciantes, bem como experts em bike a cruzarem o país de norte a sul.

São cerca de 200 rotas que atravessam diversas regiões. A escolha é difícil: os mais ambiciosos podem subir os Alpes de bicicleta; já os que pedalam “apenas” por prazer, podem escolher os vinhedos. Para famílias, uma boa opção são as inúmeras rotas ao longo dos rios que atravessam o país. E, por fim, para aqueles que não abrem mão de roteiros culturais, podem aproveitar e fazer uma visita de bicicleta a um dos inúmeros museus do país.

Um brinde ao passeio de bike pelo Vale do Mosela
É impossível elencar qual a rota de bicicleta mais atrativa da Alemanha. Mas uma que com certeza desperta curiosidade e interesse é a que percorre 248 quilômetros margeando o vale do rio Mosela – um dos afluentes do Reno. O caminho vai desde Perl, na divisa com Luxemburgo, e termina na confluência do Mosela com o Reno, em Koblenz. Pelo caminho, inúmeras vinícolas e vinhedos, impressionantes formações rochosas, cidades medievais produtoras de vinho, como Bernkastel-Kues, locais antigos e cidades como Trier, além de castelos impressionantes.

Bed & Bike: onde os ciclistas são bem-vindos
Para percorrer tantas rotas, além da bicicleta, os ciclistas precisam estar descansados. E isso passa, invariavelmente, por uma boa noite de sono. Desde 1995, a Federação Alemã de Ciclistas (ADFC) certifica acomodações adequadas para as bicicletas e seus condutores em toda a Alemanha. Atualmente, existem mais de 5,5 mil estabelecimentos ‘Bed & Bike’ certificados no país, espalhados por mais de 4 mil cidades, entre hotéis com classificação de estrelas a parques de campismo.

Dentre os serviços oferecidos estão:

• Permitir que os ciclistas fiquem hospedados apenas uma noite.

• Armazenamento seguro para as bicicletas.

• Fornecimento de ferramentas para reparos básicos nas bikes.

• Acervo de mapas.

Sobre o DZT
O Centro de Turismo Alemão (DZT) é o portal nacional do turismo na Alemanha com sede em Frankfurt am Main. Ele representa a Alemanha como país turístico em nome do Ministério da Economia e Energia (BMWi), que o apoia conforme uma resolução do Parlamento Federal alemão. A DZT desenvolve e comunica estratégias e produtos para ampliar no exterior a imagem positiva dos destinos turísticos alemães e para promover o turismo na Alemanha. Para isso, mantém 30 representações nacionais em todo o mundo. Mais informações no centro de imprensa do nosso portal www.germany.travel/presse .