• Boston Scientific Colombia, Clínica Las Américas Auna de Medellín e as empresas de tecnologia Cornerstone e RoadLaunch rastreiam e controlam o consumo e os inventários de dispositivos médicos com tecnologia que inclui IBM Blockchain baseado em Hyperledger Fabric;
• Essa tecnologia fornece rastreabilidade completa do processo, com acesso a informações imutáveis ​​e em tempo real em cada etapa do processo

São Paulo, junho de 2020 – A Clínica Las Américas Auna em Medellín, Colômbia, anuncia uma solução sem precedentes para o setor de saúde e de atendimento a pacientes na Colômbia, um país onde cerca de 9 milhões de pessoas são hospitalizadas anualmente. Esta solução é o resultado da aliança estratégica entre a Clínica, a Boston Scientific Colombia e os aliados tecnológicos Cornerstone e RoadLaunch.

Com a utilização da tecnologia IBM Blockchain, baseada no Hyperledger Fabric, para o monitoramento, controle e fornecimento de dispositivos médicos como cateteres, marca-passos, entre outros, a Clínica Las Américas Auna, em Medellín, aprimorou o atendimento de seus pacientes.

“Graças à implementação desta solução de tecnologia blockchain, conseguimos reduzir as entregas de suprimentos para apenas 24 horas, o tempo de cobrança em 90% e os erros de pedidos de compra em 60%, impactando positivamente o fornecimento de suprimentos como cateteres e marca-passos para emergências vitais e, o mais importante, fornecer atendimento de melhor qualidade aos nossos pacientes”, afirma o Dr. Juan Gabriel Cendales, gerente da Clínica Las Américas Auna.

A solução, baseada no IBM Blockchain na IBM Cloud, implementada pela Cornerstone e RoadLaunch, consiste em uma rede transparente de informações imutáveis ​​e precisas em tempo real, possibilitando que, quando um paciente for implantado com um dispositivo médico – programado ou de emergência -, ele possa ser substituído no estoque da clínica no menor tempo possível. A solução também oferece visibilidade dos dispositivos que não estão sendo utilizados, reduzindo o excesso de inventário e evitando o desperdício de suprimentos médicos, que devem ser incinerados após um certo tempo, algo que foi reduzido a zero com a implementação da solução.

“O gerente da clínica digitaliza o código do produto usado em seu telefone celular e as informações são enviadas automaticamente para o nosso sistema e para a clínica, por meio da rede blockchain, para solicitar a substituição do produto em tempo real”, comenta Andrés Posada, gerente de cadeia de suprimentos da Boston Scientific Colombia.

Dessa forma, as duas partes têm visibilidade a partir do momento em que um dispositivo é entregue à Clínica Las Américas Auna, até que é implantado e baixado do inventário, tudo de forma automatizada e em tempo real. Além disso, outros tipos de verificação podem ser realizadas, com a clínica e o transportador na rede: conhecer se o inventário está atualizado, se é necessário substituir o produto de acordo com os níveis de segurança definidos, a localização exata do escritório e até mesmo rastreabilidade segura e criptografada do implante no prontuário médico do paciente.

“Levando em conta a situação atual, questões como gerenciamento da cadeia de suprimentos, rastreabilidade de dispositivos médicos e privacidade de dados são de extrema importância”, diz Patricio Espinosa, gerente geral da IBM Colômbia. “O Blockchain tem o potencial de ajudar os provedores de assistência médica e todo o ecossistema de saúde a gerenciar dados e informações médicas, ao mesmo tempo que suporta a privacidade pessoal, a conformidade regulatória e melhora o atendimento ao paciente”.

A Boston Scientific Colômbia, a Clínica Las Américas Auna, a Cornerstone e a Roadlaunch concluíram com êxito a primeira implementação no IBM Public Cloud, pioneiras no uso dessa tecnologia no setor de saúde na América Latina.